Tanino Therapy

TANINOPLASTIA – A tecnologia Salvatore Cosméticos

23 fev , 2018  

Diante de toda preocupação quanto ao uso do Formol e derivados, a Salvatore Cosméticos se viu diante de um mercado em potencial, contudo, manter a integridade não apenas dos fios, mas também de nossos clientes e profissionais era nossa maior missão, logo, começamos a busca pelo desenvolvimento de uma nova tecnologia, a qual pudesse nos trazer resultados reais e que fornecessem toda segurança no processo de transformação capilar.

Neste momento da história, a globalização e robotização de tudo a nossa volta era crescente, mas não queríamos seguir este caminho, sabíamos que o que procurávamos estaria nas coisas mais simples, e de maneira consciente, em meio a toda evolução, pudemos enxergar a maior tecnologia já criada em todos os tempos; a natureza.

A TANINOPLASTIA resgata a hidratação, fortalece e reestrutura os fios, sem risco de impermeabilizar, de forma que o fio continue a absorver tratamentos. A similaridade dos ativos ao fio é tamanha a ponto de refletir naturalidade idêntica ao fio liso livre de químicas, onde o mesmo continua permeável aos tratamentos posteriores á ele, assim sendo, em longo prazo o fio permanece crescendo de forma saudável, livre de pontas duplas e quebradiças.

Encontramos o equilíbrio entre a natureza e a tecnologia, onde transformamos a matéria-prima vegetal TANINO, bioativo orgânico que funciona como aglutinador de proteínas, o qual conduz de forma natural e segura e potencializa a ação de todo ativo composto a ele, assim, promovemos maior adesão e absorção de qualquer tratamento à fibra capilar,  onde os resultados aparecem em curto prazo, se prolongam no tempo e se aperfeiçoa a cada aplicação .

Vale dizer, que uma das maiores conquistas ao desenvolvermos a tecnologia TANINOPLASTIA,  foi a de possibilitar que nossos profissionais, os quais tem nos acompanhado em toda esta trajetória de sucesso, não ficassem mais expostos a outras químicas nocivas à sua saúde, e todo aquele ritual para a realização de procedimentos progressivos não eram mais necessários, pois já não existia a ardência dos olhos, o mal cheiro e irritação na pele para quem tinha aceso direto com o produto, e a utilidade do ventilador passou a ser exclusivamente para mostrar o quão liso e natural é o resultado com os cabelos ao vento.

Veja a experiência da Vlogger Samantha Gama!

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *